terça-feira, 12 de junho de 2012

Volante do River Plate explica sangue no calção

O volante Leonardo Ponzio literalmente deu o sangue em campo para o seu River Plate sair com a vitória contra o Boca Unidos, por 2 a 1, pela Segunda Divisão da Argentina. Notou-se que Ponzio estava com uma enorme mancha de sangue na parte de trás do calção, causada por hemorróidas.
"Não foi algo comum, porque comi bem durante a semana. No intervalo, também estava bem, porém em uma jogada caí no chão e abri as pernas mais do que o normal. Aí comecei a sentir o sangue. Senti que alguma coisa havia rompido. Isso pode ser produto de nervosismo e estresse, mas também pode ser por esforço físico", afirmou o jogador ao jornal argentino Olé.
Ponzio, 30 anos, voltou para o River Plate neste ano. Ele estava desde 2009 no Real Zaragoza, da Espanha, onde também teve problemas com hemorróidas.
"Seguramente perdi bastante sangue neste jogo, mas impressionou mais porque se notava pelo calção branco. Eu sentia que estava bem e que podia continuar. Nunca me senti mal, não dói nada. No Zaragoza me aconteceu isso uma vez por ali fazia muito calor e não comia tão bem", explicou o atleta.
O meio-campista tratou com bom humor as gozações que os rivais fizeram sobre a foto do sangue. Ele sabia que seria ainda pior se o River não vencesse: "Se empatássemos, a foto do meu calção com sangue estaria nos cartazes de Boca".

Nenhum comentário:

Postar um comentário