terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Sem estrelas: saída de Love abre lacuna e deixa Flamengo carente


Atacante era o mais badalado do time desde a saída de Ronaldinho. Léo Moura diz que grupo ainda conta com peças importantes: 'Temos qualidade'


PetkovicAdrianoThiago NevesRonaldinho Gaúcho e Vagner Love. Astros da história recente do Flamengo que transformaram a rotina do clube. Para o bem e para o mal. A torcida rubro-negra se acostumou a ver nomes de expressão no time, jogadores contratados para resolver partidas e conquistar campeonatos. Deu certo em alguns momentos, como na conquista do hexa, comandada por Pet e o Imperador. Em outras fases, nem tanto, como a curta passagem da dupla Ronaldinho e Thiago. A constelação começou a sofrer baixas no ano passado. Thiago Neves não renovou e se transferiu para o Fluminense; R10 acionou o clube na Justiça para cobrar atrasados e foi para o Atlético-MG. Restava Vagner Love, principal expoente do time na última temporada.
Artilheiro e capitão, o camisa 99 se despediu no sábado. Saiu porque o Flamengo alegou que não teria dinheiro para quitar o que deve a ele e ao CSKA. A volta de Love à Rússia apaga a última estrela do céu rubro-negro. Deixa desatualizada a calçada da fama. O Flamengo que começa 2013 é um time sem astros, pelo menos até que a diretoria reponha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário