banda 1

http://radiobanda1.com.br/aovivo/

segunda-feira, 18 de março de 2013

Federação Grega bane da seleção meia que fez suposto gesto nazista


Instituição lembra que Fifa prevê pena máxima de expulsão do esporte. Jogador de 20 anos diz que abomina fascismo e não sabe significado de ato Uma polêmica envolveu a vitória do AEK Atenas sobre o Veria, por 2 a 1, pela 26ª rodada do Campeonato Grego. Após fazer o segundo gol  do seu time, o meia Giorgos Katidis comemorou com um gesto aparentemente de saudação nazista, o que revoltou parte da própria torcida, fez seu clube pedir desculpa e levou a federação de futebol do país a bani-lo para sempre da seleção nacional.

Giorgos Katidis faz a saudação nazista na comemoração do gol do AEK (Foto: AP)
Após a repercussão imediata do caso, o jogador de 20 anos publicou em sua conta no Twitter que não sabia o significado do que estava fazendo: 'Não sou racista de jeito algum. Abomino o fascismo. Não faria o gesto se soubesse que significa alguma coisa. Eu sei das consequências e não farei mais isso'. Katidis disse que sua intenção era homenagear o colega de equipe Michalis Pavlis, que está lesionado e, segundo ele, assistia à partida no estádio.
Fonte: Globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário