sexta-feira, 14 de junho de 2013

Professores e policiais civis em greve prometem furar liminar solicitada pelo governo de Minas

Justiça proíbe protestos no entorno do Mineirão durante a Copa das Confederações

Justiça de Minas Gerais concedeu nesta sexta-feira uma liminar proibindo manifestações que atrapalhem o trânsito no entorno do Mineirão durante os jogos da Copa das Confederações.
A decisão do desembargador Barros Levenhagen, do Tribunal de Justiça do Estado, acatou um pedido do governo mineiro que tenta evitar caos durante o torneio da Fifa. Também na manhã desta sexta, manifestantes do MST fecharam as vias no entorno do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, que sábado recebe o jogo de abertura entre Brasil e Japão. Tanto os policiais civis, que estão em greve, quanto os professores estaduais, que prometem paralisações ao longo do mês, prometem "furar" o bloqueio durante os jogos para dar um "abraço simbólico" no Mineirão, que irá sediar três partidas: Taiti x Nigéria (dia 17), Japão x México (dia 22) e a semifinal (dia 26).
A liminar proíbe que protestos bloqueiem qualquer via de Minas Gerais, mas especialiamente nos acessos e no entorno do estádio.
Os policiais consideram que o governo mineiro os trata com "descaso" no momento em que o Legislativo discute uma nova lei orgânica da Polícia Civil. Por isso eles realizam greve parcial desde a última segunda-feira.
Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/esportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário