terça-feira, 21 de maio de 2013

Presidente do Corinthians diz que R$ 47 milhões por Paulinho é pouco

Dirigente negou ter recebido propostas e se referiu a valores especulados para uma possível transferência do volante. O volante Paulinho continuou como centro das atenções um dia após o Corinthians conquistar seu 27.º título paulista. Na festa dos melhores do Estadual, na noite desta segunda-feira (20), o presidente do clube, Mário Gobbi, voltou a afirmar que ainda não recebeu propostas pelo atleta.
"Não chegou nada, mas 17, 18 milhões de euros [entre R$ 44 milhões e R$ 47 milhões] é pouco pelo Paulinho", afirmou, se referindo a valores especulados recentemente. Do total, o Corinthians só terá direito a 50% do total de uma possível venda - a outra metade é do Audax.
O gerente de futebol do clube, Edu Gaspar, admitiu que o jogador pode deixar a equipe no meio do ano, após rejeitar negociações no começo da temporada. "Chegaram algumas propostas, mas o Paulinho disse que ia esperar o final da Libertadores para ouvir", disse. O Corinthians foi eliminado do torneio sul-americano na última quarta-feira pelo Boca Juniors.
Mercado
No domingo o presidente corintiano também negou as saídas do atacante Romarinho e do lateral/volanteEdenílson. "O Paulinho tem outra história, o Romarinho precisa fazer a história dele. Não assino nem morto a saída", afirmou. "[Edenílson] é o mesmo exemplo do Romarinho, chegou há pouco tempo, tem muito o que mostrar ainda".

Nenhum comentário:

Postar um comentário