terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Palmeirenses temem pela segurança em clássico contra o Corinthians Agência Estado

O clássico entre Corinthians e Palmeiras por si só já é tenso, mas neste domingo, no Pacaembu, a expectativa é ainda maior por causa do momento turbulento que vive o time alvinegro. Por isso, os jogadores e comissão técnica palmeirenses admitem preocupação com a partida e pedem segurança reforçada no estádio. 

"Querendo ou não, a violência está batendo nas nossas portas e é claro que tenho essa preocupação. O que aconteceu não foi um fato isolado que não vai acontecer mais. As autoridades têm de tomar as atitudes cabíveis, porque pancadaria é inadmissível", alertou o técnico Gilson Kleina. 

No dia 1º, cerca de 200 torcedores do Corinthians invadiram o centro de treinamento da equipe e causaram pânico. Dias depois, houve confusão entre corintianos e policiais nas arquibancadas durante a derrota por 2 a 0 para o Bragantino, no Pacaembu. Jogadores que já sofreram com a violência da torcida palmeirense, o goleiro Fernando Prass e o meia Valdivia também não escondem a preocupação. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário